Desastres-NaturaisOs fenômenos climáticos recentes indicam que algo importante está acontecendo.

Nos últimos séculos o distanciamento entre humanidade e natureza tem se acentuado.

Construimos um mundo cultural em que a tecnologia ao mesmo tempo que nos possibilita maior acesso ao conhecimento também nos aliena do mundo natural.

Como chegamos a esta situação?

A mais antiga civilização conhecida, a dos Sumérios (3800 a.C.), empenhava esforços iguais para entender tanto o mundo ao redor quanto o mundo espiritual.

Os chineses  viam o mundo como uma interação dinâmica entre forças energéticas em constante movimento.

rppn_35970Os povos de cada continente viviam uma relação harmonioza com seu entorno – os animais e as plantas, o sol e a lua, a chuva, a Terra viva.

Na Grécia antiga, os filósofos pré-socráticos respeitavam e estudavam os elementos naturais.

Aristóteles inovou com a idéia do ser humano superior a tudo na Terra.

Esse sofisma começou a nos afastar do mundo natural.

No Ocidente cultivou-se a idéia que o mundo expressava a vontade de um criador metafísico.

A “ordem” vinha de cima…

william_blake_house_shop_postcardO filósofo René Descartes, séc. XVII, separou a mente do corpo e a humanidade da natureza. Essa separação vem causando uma infinidade de problemas até hoje.

Mais tarde, o filósofo e cientista britânico Francis Bacon chegou ao cúmulo de afirmar que a natureza deveria ser, nas palavras dele, “acossada em suas perambulações”, “obrigada a servir”, “escravizada” e “torturada para dela extrairmos seus segredos”.

Esses falsos paradigmas causaram o divórcio entre a humanidade e a natureza.

Contudo, a Terra, o Homem e o Universo permaneceram se relacionando magneticamente.

Essa relação é simbiótica e harmônica.

Infelizmentemento, para nós, essa percepção foi sendo lentamente relegada ao inconsciente, sendo essa é a origem de tanta iniqüidade, sofrimento, corrupção, ansiedade e outras tantas aflições que permeiam a vida moderna.

A Natureza é a fonte de tudo e esse conhecimento ancestral está preservado nas mitologias dos povos naturais.

As mitologias orientais indicam essa mesma relação harmônica entre a natureza humana terrestre e universal, que é Una.

polaridade074 web (1)O Homem saudável tem o seu pólo positivo voltado para a Terra e o negativo para o Universo.

O positivo é ativo e o negativo é receptivo.

Essa relação pode ser compreendida com a ajuda de três pequenas arruelas imantadas e um lápis.

Cada arruela representa um dos entes naturais, portanto vamos colocá-los no lápis na seguinte ordem: Terra, Homem e Universo.

Quando o Homem está em relacionamento simbiótico com a Terra os três discos se atraem e se unem em um Todo harmônico e Holístico.

Quando a polaridade é invertida o que antes atraía passa a repelir.

Sem se dar conta o homem permitiu que sua polaridade fosse invertida.

A inversão da polaridade humana rebaixou conceitualmente tudo o que é da Terra e também criou e sublimou um ente universal.

Magneticamente o homem passou a rejeitar sua própria natureza, a ter medo do céu e aversão ao mundo natural.

A Igreja Holística através da Sagração da Naturezavisão holística trabalha para reverter e corrigir essa polaridade desarmônica entre o homem e a ecologia.

Nosso Santuário Virtual é a forma segura de acessar o inconsciente, despertar nossas potencialidades latentes e naturalmente restaurar nossa relação saudável com o Universo.

atmosfera terrestre